Política de privacidade

Espanha

Esta política de privacidade contém toda a informação necessária que se deve proporcionar aos Usuários no momento de recolher seus dados pessoais através de qualquer um dos formulários do site como a relacionada com as finalidades, prazos de conservação e base jurídica na qual se legitima o tratamento como se utilizam, comunicam e os direitos dos Usuários.

Estas políticas foram elaboradas conforme o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016 e a normativa vigente de proteção de dados na Espanha.

Responsável pelo tratamento de dados pessoais
Nae Comunicaciones S.L. (nae) é responsável pela recolha e uso de seus dados pessoais segundo o indicado na presente política de privacidade. Nossa sede central está na C/ Comte d’Urgell 204 1º B 08036 Barcelona Espanha com CIF B-63442701.

Princípios aplicados para o tratamento de dados pessoais
Os princípios indicados a seguir são aplicados pela Nae e por qualquer pessoa de seu plantel que tenha acesso a dados. Os dados pessoais serão sempre:
– tratados de maneira lícita, leal e transparente.
– recolhidos para fins determinados, explícitos e legítimos e não serão tratados ulteriormente de maneira incompatível com tais fins.
– adequados, pertinentes e limitados ao necessário em relação com os fins para os quais são tratados.
– exatos e, se necessário, atualizados adotando-se todas as medidas razoáveis para se suprimirem ou retificarem os que forem inexatos com respeito aos fins para os quais se tratam.
– conservados durante não mais tempo do que o necessário para os fins do tratamento.
– tratados com integridade e confidencialidade de modo tal que se garanta uma segurança adequada deles.

Tipos de dados pessoais tratados e finalidade
Os dados pessoais que se proporcionarem deverão ser verdadeiros, exatos e completos e manter-se atualizados. O registro de dados mediante a utilização do formulário é obrigatório, pelo menos os marcados como tais, e implicará que você foi informado e que prestou seu consentimento ao conteúdo da presente política de privacidade. Não informá-los ou fornecer dados incorretos impossibilitará que possamos gerir corretamente as solicitações efetuadas.

Em nosso site recolhemos as seguintes categorias de dados pessoais:
– Informação relacionada com assinaturas a boletins informativos e prospecção comercial como nome, sobrenome, correio eletrônico, telefone, idioma e país. Estes dados pessoais são armazenados em nossas bases de dados para a gestão das relações comerciais e no Mailchimp, nosso gestor de campanhas de promoção, empresa localizada nos Estados Unidos e aderida a “Privace Shield”, e se usarão para o envio de boletins informativos sobre a Nae, seus serviços e produtos relevantes para seus interesses.
Sempre se proporcionará a você a opção de cancelar e/ou retirar-se das bases de dados com cada comunicação eletrônica que lhe enviarmos. A qualquer momento você pode modificar sua informação ou preferências ou proporcionar detalhes adicionais.
– Informação relacionada com solicitações para a prestação de nossos serviços como nome, sobrenome, empresa, domicílio, correio eletrônico e telefone. Estes dados pessoais são armazenados em nossas bases de dados para a gestão das relações comerciais e se usarão para completar qualquer solicitação eletrônica de serviços através de nosso site e para o envio de pesquisas de satisfação de atendimento a Usuários e sobre os serviços que oferecemos com a finalidade de conhecer sua opinião e poder melhorá-los.

A qualquer momento você pode modificar sua informação ou preferências ou proporcionar detalhes adicionais.

Não utilizaremos seus dados pessoais para tomar decisões automatizadas que afetem ou criem perfis diferentes dos descritos anteriormente. Em qualquer caso, se existir um tratamento posterior dos dados cuja finalidade seja diferente daquela para a qual inicialmente se recolhe, você será informado sobre todos os aspectos relevantes a este outro fim antes de proceder a tal tratamento ulterior.

Tempo de conservação dos dados pessoais
Os dados pessoais dos Usuários se conservarão enquanto durar a execução das gestões pré-contratuais ou solicitações de informação e, no caso de comunicações comerciais, enquanto você não se opuser a receber tal informação.

Para determinarmos o período de conservação apropriado para os dados pessoais, também nos baseamos na quantidade tipo e sensibilidade dos dados pessoais, no risco potencial de dano pelo uso não autorizado ou na divulgação de seus dados pessoais, nos fins para os quais processamos seus dados pessoais e os requisitos legais pertinentes.

Legitimação para tratar dados pessoais
As seguintes bases jurídicas de legitimação são aplicadas para tratar seus dados pessoais:
– Consentimento: para os dados relativos a solicitações de assinatura a boletins e prospecção comercial.
– Interesse legítimo: para os dados relativos a solicitações de informação ou serviços que fazem com que o tratamento seja necessário para desenvolvermos nossa atividade comercial contanto que tais interesses não se sobreponham a seus interesses ou direitos e liberdades fundamentais. Nosso interesse legítimo consiste em poder garantir a continuidade de negócio, estabelecendo canais de contato que nos permitam oferecer nossos serviços e compreender as necessidades e expectativas do mercado além de melhorarmos o nível de satisfação dos Usuários e, assim, melhorarmos nossa oferta de serviços e marcas.

Destinatários dos dados pessoais
Os dados pessoais do Usuário poderão ser cedidos/comunicados aos seguintes destinatários:
– Empresas do Grupo nae.
– Empresas encarregadas do tratamento de dados como provedores que prestam serviços à nae para a gestão de campanhas de promoção, gestores de conteúdo e relação com clientes.
– Administrações e Organismos Públicos, quando assim o exigir a normativa fiscal trabalhista ou qualquer outra aplicável.

Também podem produzir-se transferências internacionais de dados por motivo das anteriores cessões/comunicações, partindo do suposto de que as empresas destinatárias se encontrem fora do Espaço Econômico Europeu, para as quais a nae utilizará as cláusulas contratuais tipo adaptadas pela Comissão Europeia e o Escudo de Privacidade UE-EUA como garantia das transferências realizadas a países que não contam com uma decisão de adequação da Comissão Europeia. Em todo caso, os terceiros com os quais se compartilharem determinados dados de caráter pessoal terão acreditado com caráter prévio a adoção de medidas técnicas e organizacionais adequadas para sua correta proteção de acordo com o RGPD.

Comprometemo-nos a nunca utilizar seus dados pessoais para fins que não sejam os determinados nesta política de privacidade nem cedê-los de forma ilegítima a terceiros.

Direitos dos usuários
Os Usuários poderão exercer qualquer um dos direitos reconhecidos na normativa de proteção de dados perante nós.

Comprometemo-nos a respeitar e facilitar o exercício destes direitos e em particular dos direitos de acesso, retificação, suspensão, oposição, limitação do tratamento e portabilidade dos dados. Estes direitos poderão ser exercidos mediante o envio de correio eletrônico a info@nae.es junto com uma cópia de seu documento de identidade válido.

Nós lhe forneceremos toda a informação necessária relativa às atuações que realizarmos sobre a base de qualquer solicitação de exercício dos direitos que como interessado lhe digam respeito dentro dos prazos legais estipulados.

Em todo caso o informamos de que você pode apresentar reclamação à Agência Espanhola de Proteção de Dados para a tutela de qualquer um dos seus direitos.

Aplicação de medidas de segurança sobre os dados pessoais
Garantimos que mantemos os níveis de segurança para a proteção de dados pessoais que você nos fornece através do site conforme a normativa vigente e que se estabeleceram e aplicaram todas as medidas técnicas e organizacionais correspondentes para evitar a perda, destruição ou dano acidental, mau uso, alteração e tratamento não autorizado ou ilícito dos dados fornecidos pelos Usuários.

Também implantamos um procedimento de notificação caso exista qualquer suspeita de violação na segurança dos dados pessoais dirigido aos interessados e também à autoridade de controle que corresponder.

Direito a retirar o consentimento
Se você deu seu consentimento para o tratamento de seus dados pessoais, tem direito de retirá-lo total ou parcialmente. Para retirar seu consentimento, siga os links de exclusão indicados em todas as comunicações comerciais que lhe enviarmos ou entre em contato conosco mediante nosso formulário de contato neste site ou através de correio eletrônico.

Uma vez que tenhamos recebido a notificação de que você retirou seu consentimento, não processaremos mais sua informação para os fins aos quais autorizou originalmente a menos que existam motivos legítimos convincentes para um processamento posterior que anule seus interesses, direitos e liberdades ou para o estabelecimento, exercício ou defesa de reclamações legais. A retirada do consentimento para receber comunicações comerciais não afetará o processamento dos dados pessoais para a prestação de nossos serviços.

Contato
Em caso de dúvidas, comentários ou queixas sobre o uso de seus dados pessoais, entre em contato com nossos serviços de atendimento ao cliente por correio eletrônico a info@nae.es ou pelo telefone (+34) 934 949 960.

Política para manejo, administração e tratamento de dados pessoais

Colômbia

EM CUMPRIMENTO À LEI 1581 DE 2012 SEU DECRETO REGULAMENTÁRIO 1377 DE 2013 E DEMAIS DISPOSIÇÕES SOBRE A MATÉRIA A COMPANHIA NAE COMUNICACIONES S.L. SUCURSAL COLÔMBIA EXPEDE A SEGUINTE POLÍTICA PARA MANEJO, ADMINISTRAÇÃO E TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS.

1. PROPÓSITO.
Por disposição da Lei 1581 de 2012 seu Decreto regulamentário No. 1377 de 2013 e demais normas que adicionem ou modifiquem temas relacionados com a proteção de dados pessoais, NAE Comunicaciones S.L. Sucursal Colômbia, doravante “NAE”, decidiu emitir a presente política, a qual regerá o tratamento da informação pessoal a que a NAE tiver acesso de acordo com o desenvolvimento de seu objeto social, informação que deverá tratar-se em estrito cumprimento às disposições legais com o único fim de garantir os direitos que, segundo a normatividade aplicável, forem outorgados aos Titulares da mesma.

2. TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO.
Com o único fim de cumprir com suas disposições estatutárias e de acordo com o giro ordinário dos negócios, a NAE realiza o tratamento de dados de caráter pessoal de seus empregados, empregados de seus contratados, fornecedores e clientes. O tratamento da informação antes mencionada pode ser executado de maneira direta pela NAE ou por parte de contratados e/ou mandatários encarregados disso. Da mesma forma, em concordância com suas políticas corporativas e as leis sobre a matéria, a NAE tem plena faculdade para transferir e/ou transmitir a informação aqui mencionada a suas sucursais no exterior e/ou demais filiais somente atendendo ao disposto na normatividade colombiana.

Os dados pessoais recolhidos pela NAE somente corresponderão aos que forem pertinentes e adequados para a finalidade pela qual foram obtidos, o anterior em cumprimento aos princípios de liberdade e finalidade. A NAE não poderá coletar dados pessoais sem autorização de seu Titular salvo que o mencionado ato seja permitido pelas leis vigentes acerca da matéria, entendendo com isto que a NAE não poderá recolher e/ou armazenar dados de crianças e adolescentes.
Os dados pessoais obtidos pela NAE terão o caráter de confidencial e se divulgarão se, e apenas se, for apresentado algum tipo de solicitação expressa por parte das entidades de vigilância e controle e demais autoridades que, de acordo com a normatividade colombiana, possam requerê-la, situação na qual a NAE prestará toda sua colaboração para que se conheça, atualize e/ou corrija de maneira gratuita a informação pessoal do Titular; isto em cumprimento às disposições do artigo 8 da Lei 1581 de 2012.

Para um maior entendimento define-se pelo tratamento de dados a coleta, armazenamento, administração, transferência, utilização, transmissão e/ou destruição segundo o permita a normatividade vigente e de acordo com o caso específico, que se realiza da seguinte maneira:

a) Dados pessoais de empregados e ex-empregados: Este tratamento se realiza com o único fim de conseguir o correto e pronto cumprimento das obligações trabalhistas encabeçadas pela NAE como, por exemplo, os pagamentos de folha de pagamento, afiliações e relatórios ao sistema de segurança social, atendimento de consultas, pedidos, solicitações e/ou reclamações que possam ser realizados pelo titular da informação ou quem tenha seu legítimo direito, tais como entidades estatais e/ou privadas que possam requerer este tipo de informação de acordo com suas funções de controle, financiamento e demais outorgadas pelas normas vigentes.

b) Dados pessoais de fornecedores, pessoas físicas: O tratamento desta informação realiza-se para permitir o cabal cumprimento por parte da NAE das obrigações derivadas do respectivo contrato. Dentro das obrigações contratuais sobre as quais recai o tratamento desta informação podem-se encontrar as seguintes: pagamentos de honorários, relatórios de pagamentos, relatórios ou interações que por lei ou por políticas internas têm a obligação de realizar atendimento de consultas, pedidos, solicitações, ações e reclamações feitas pelo Titular da informação ou por seus legitimários, sendo o anterior sem o prejuízo de que exista outro tipo de obrigações de acordo com cada contrato específico.

c) Dados pessoais de clientes, pessoas físicas: Com isto a NAE busca cumprir com as obrigações a seu cargo. Dentro das obrigações contratuais sobre as quais recai o tratamento desta informação podem-se encontrar as seguintes: faturamento, relatórios de pagamentos ou interações que por lei o por políticas internas têm a obrigação de realizar atendimento de consultas, pedidos, solicitações, ações e reclamações feitas pelo Titular da informação ou por seus legitimários o anterior sem o prejuízo de que exista outro tipo de obrigações de acordo com cada contrato específico.

d) Dados de profissionais em ramos da tecnologia e informação: O tratamento de dados pessoais de profissionais em ramos da tecnologia e informação tem como propósito contactá-los com o fim de proporcionar informação técnica referente a problemas de engenharia, como geometrias de equipes, condições de operação, materiais e qualquer outra condição e/ou informação referente à matéria, também ocasionalmente informação sobre danos estruturais e políticas de manutenção. O tratamento de dados pode implicar a transferência a terceiros com os quais a NAE tenha acordos para realizar e/ou informar as atividades anteriormente descritas.

e) Usuários de Produtos: O Tratamento destes dados permite à NAE cumprir com as obrigações a seu cargo em matéria de qualidade dos produtos para o atendimento efetivo de consultas e reclamações de consumidores e como informação estatística.

3. DIREITOS DOS TITULARES.
Os seguintes são os direitos que os Titulares têm a respeito de seus dados pessoais:

a) Conhecer, atualizar e retificar seus dados pessoais frente aos Responsáveis pelo Tratamento ou Encarregados do Tratamento. Este direito poderá ser exercido, entre outros, frente a dados parciais, inexatos, incompletos, fracionados que induzam a erro ou aqueles cujo Tratamento seja expressamente proibido ou não tenha sido autorizado.

b) Solicitar prova da autorização outorgada ao Responsável pelo Tratamento salvo quando expressamente se excetue como requisito para o Tratamento em conformidade ao previsto no artigo 10 da Lei 1581 de 2012.

c) Ser informado pelo Responsável pelo Tratamento ou pelo Encarregado do Tratamento prévia solicitação com relação ao uso que lhe foi dado a seus dados pessoais.

d) Apresentar perante a Superintendência de Indústria e Comércio queixas por infrações ao disposto na presente lei e as demais normas que a modifiquem, adicionem ou complementem.

e) Revogar a autorização e/ou solicitar a supressão do dado quando no Tratamento não se respeitarem os princípios, direitos e garantias constitucionais e legais. A revogação e/ou supressão procederá quando a Superintendência de Indústria e Comércio tiver determinado que no Tratamento o Responsável ou Encarregado incorreram em condutas contrárias à Constituição e à lei.

f) Acessar em forma gratuita a seus dados pessoais que tenham sido objeto de Tratamento.

4. PROCEDIMENTO PARA EXERCÍCIO DE DIREITOS POR PARTE DE TITULARES.
Os Titulares de dados pessoais devem dirigir suas consultas, pedidos ou reclamações ao correio “info@NAE.com.co

a. Consultas: A NAE deve atender as consultas em um prazo de dez (10) dias úteis contados a partir da data em que foram recebidas. Quando não for possível cumprir com este tempo, deverá informar-se o interessado expressando os motivos do atraso e a data em que se atenderá a consulta em um prazo não superior a cinco (5) dias.

b. Reclamações: O Titular ou sucessor que considerarem que a informação contida em uma base de dados deve ser objeto de correção, atualização ou supressão ou quando advertir o presumível não cumprimento de qualquer um dos deveres contidos na lei ou na presente Política poderá apresentar uma reclamação à NAE, a qual será tramitada sob as seguintes regras:

– A reclamação se formulará mediante solicitação dirigida ao Responsável pelo Tratamento ou ao Encarregado do Tratamento ao correio mencionado com a identificação do Titular, a descrição dos fatos que dão azo à reclamação, a direção e acompanhando os documentos que se queira fazer valer. Se a reclamação estiver incompleta, a NAE requererá ao interessado, dentro dos cinco (5) dias seguintes ao seu recebimento, que resolva as inadequações. Transcorridos dois (2) meses desde a data do requerimento sem que o solicitante apresente a informação requerida, entender-se-á que desistiu da reclamação.

– Uma vez recebida a reclamação completa, incluir-se-á na base de dados uma legenda que diga “reclamação em andamento” e seu motivo em um prazo não superior a dois (2) dias úteis. Tal legenda deverá manter-se até a reclamação ser decidida.

– O prazo máximo para atender a reclamação será de quinze (15) dias úteis contados a partir do dia seguinte à data de seu recebimento. Quando não for possível atender a reclamação dentro de tal prazo, o interessado será informado dos motivos da demora e a data em que se atenderá sua reclamação, a qual, em nenhum caso, poderá superar oito (8) dias úteis seguintes ao vencimento do primeiro prazo.

– O Titular ou sucessor poderá fazer queixa à Superintendência de Indústria e Comércio uma vez que tenha esgotado o trâmite de consulta ou reclamação perante o Responsável do Tratamento ou Encarregado do Tratamento.

c. Revogação da autorização e/ou supressão do dado: Os Titulares poderão, em todo momento, solicitar à NAE a supressão de seus dados pessoais e/ou revogar a autorização outorgada para seu Tratamento mediante a apresentação de uma reclamação de acordo com o estabelecido no artigo 15 da Lei 1581 de 2012, o decreto 1377 de 2013 e o Procedimento indicado nesta Política. Se, vencido o prazo legal respectivo, a NAE não tiver eliminado os dados pessoais, o Titular terá direito a solicitar à Superintendência de Indústria e Comércio que ordene a revogação da autorização e/ou a supressão dos dados pessoais.

Não obstante o anterior, os dados pessoais deverão ser conservados quando assim se requerer para o cumprimento de uma obrigação legal ou contratual.

5. LIMITAÇÕES TEMPORAIS AO TRATAMENTO DOS DADOS PESSOAIS.
O Tratamento de dados pessoais se realizará durante o tempo que for razoável e necessário de acordo com as finalidades que o justificaram atendendo às disposições aplicáveis à matéria de que se tratar e aos aspectos administrativos contábeis, fiscais, jurídicos e históricos da informação.
Quando se cumprir a finalidade pela qual se realizava o tratamento da informação ou vencido o prazo máximo legal no qual a NAE tem a obrigação de conservar os dados pessoais, a NAE ou o Encarregado do Tratamento procederão à supressão dos dados pessoais em seu poder.

A NAE e os Encarregados do Tratamento deverão documentar os procedimentos para o Tratamento, conservação e supressão dos dados pessoais em conformidade com as disposições aplicáveis à matéria de que se tratar assim como as instruções que a Superintendência de Indústria e Comércio dê a respeito.

6. RESPONSÁVEL.
Razão Social: NAE Comunicaciones S.L. Sucursal Colômbia
Endereço: Carrera 14 No. 79 – 48 Oficina 402
Cidade: Bogotá D.C.
Correio Eletrônico: Victor.drobinic@nae.com.co
Telefone: 6293878
Área Encarregada: Administrativa

7. VIGÊNCIA DA POLÍTICA.
A presente política do manejo de informação de dados pessoais entra em vigor em primeiro (01) de outubro de 2013.