5G Barcelona premia a iniciativa da Cisco e da Nae para melhorar a vida de pessoas idosas

A plataforma minimiza o isolamento das pessoas e favorece a interação com atividades lúdicas e sociais

O envelhecimento da população é um dos desafios sociais mais importantes das cidades. Em Barcelona, mais de 90 000 pessoas maiores de 65 anos vivem sozinhas.

Com o objetivo de encontrar soluções tecnológicas para aumentar a independência dos idosos e reforçar sua autonomia, a Mobile World Capital Barcelona e a prefeitura de Barcelona, no âmbito da tecnologia 5G em Barcelona, lançaram um chamado de projetos-piloto em nível mundial.

As propostas ganhadoras, entre as 53 candidaturas recebidas, foram as do Grup Saltó, que apresentou um robô de assistência, e o projeto conjunto da Cisco e da Nae, baseado em uma plataforma cujo objetivo é minimizar a sensação de solidão e criar vínculos emocionais entre os usuários.

Misty II

O robô, criado pelo Grup Saltó, é capaz de mover-se e interagir com o usuário, e ainda conta com com câmera, microfone, sensores e Android, como sistema operacional. O Misty age como uma plataforma de assistência e vigilância, ou seja, pode ser instalado na casa do idoso, falar com ele, fazer perguntas sobre seus hábitos (medicação, alimentação…) e pode ativar videoconferências com serviços médicos.

Deleting Loneliness

“Eliminando a solidão” é a plataforma desenvolvida pela Cisco, com a colaboração da Nae, que permite aos usuários que sofrem de isolamento social participar de atividades como visitar um museu, ir ao médico ou conectar-se com familiares, ajudando e estimulando vínculos que, sem a tecnologia, ficariam mais difíceis de serem estabelecidos.

A solução pode detectar a presença de pessoas automaticamente para facilitar a interação e sua usabilidade através de uma tela tátil. Esta tecnologia é focada em pessoas idosas e conta com a tecnologia 5G para proporcionar experiências imersivas.

Na Nae estamos muito orgulhosos em termos colaborado com a Cisco para desenvolver uma tecnologia em serviço das pessoas, “porque o contrário não faria sentido”, explicou Ginés Alarcón, presidente da Nae. “No contexto tecnológico atual, as pessoas são a chave para que o mundo avance”.

Saiba mais:

A Nae trabalha com operadoras de telecomunicações, grandes empresas e administrações públicas para antecipar os desafios de crescimento e transformação do mercado, melhorando sua estratégia de negócio e eficiência operacional. A Nae conta com filiais na Espanha, Colômbia, México, Brasil e Costa Rica, formando uma equipe de mais de 600 profissionais.